Dr. Igor Padovesi - Especialista em Obstretrícia e Ginecologia
(11) 4253-2523
YouTube Instagram Dr. Igor Padovesi Facebook LinkedIn Dr. Igor Padovesi Google+
Candidíase

Candidíase

A candidíase é uma micose da vagina extremamente comum: quase todas as mulheres terão pelo menos uma vez durante a vida. Na maioria das vezes, é causada pela Candida albicans, fungo que está presente em cerca de 20% das mulheres como parte normal dos microorganismos da flora vaginal.

A simples presença do fungo não representa nenhum risco, e não requer nenhum tratamento quando a mulher não tem sintomas (os mais comuns são irritação, coceira e corrimento branco-amarelado). A candidíase acontece quando a população de fungos aumenta excessivamente e entra em desequilíbrio com o restante da flora vaginal. Isso pode ocorrer em situações que levem à diminuição da imunidade, uso de antibióticos, diabetes, entre outras.

O tratamento da candidíase mais comum, chamada esporádica ou não-complicada, é bastante simples e há diversas opções (em comprimidos orais, óvulos ou cremes vaginais).

Existem, entretanto, os casos de candidíase complicada, que exigem avaliação e tratamento mais especializado. Por exemplo: a candidíase recorrente (ou candidíase de repetição), a candidíase por Candida não-albicans (como a Candida glabrata), as candidíases com sintomas muito exuberantes ou em pacientes com deficiência da imunidade.

Muitas vezes, esses casos são diagnosticados e conduzidos erroneamente. Um exemplo típico é a vaginite citolítica, que é uma condição que causa sintomas muito parecidos com a candidíase, mas não é causada por fungos (e sim por um aumento excessivo dos lactobacilos normais, deixando a secreção vaginal muito ácida). Tipicamente, os sintomas ocorrem antes do período menstrual e melhoram espontaneamente com a menstruação (pois o sangue alcaliniza a vagina), e a paciente pode atribuir a melhora ao uso errôneo de algum antifúngico.

O fato da "candidíase" voltar todos os meses deve levantar a suspeita para esse diagnóstico! E somente após uma boa avaliação e tratamento específico é possível resolver definitivamente o problema.

Assista abaixo um vídeo de 4 minutos no qual o Dr. Igor fala em mais detalhes sobre a doença:


ESPECIALIDADES

+ Especialidades Médicas

Corrimentos

Será que é normal?

O "corrimento" pode ser desde a secreção vaginal natural até quadros de infecções. Só uma boa avaliação pode fazer o diagnóstico preciso.

Saiba mais

Ovários Policísticos

Será que você tem mesmo?

A doença dos "ovários policísticos" é uma síndrome: tem sintomas e critérios diagnósticos precisos. Não basta ter "cistos no ovário".

Saiba mais

Infecções Urinárias

Problema comum da mulher

As infecções de urina costumam ser de fácil resolução. Mas as infecções recorrentes exigem avaliação e tratamento especializado.

Saiba mais
Subir